Sperazzo, Poetando em Fragmentos

Lego a você os fragmentos dos meus sentimentos...

Textos


HÁ DE VIR A MIM
Sandra Lúcia Ceccon Perazzo

Não sei se por descuido ou por cansaço,
Morro todos os instantes no meu espaço,
O meu olhar jaz vazio sem nenhum traço.

Meu semblante é de tristeza por onde passo,
No intranquilo vagar sem rumo certo,
Com esperança de encontrar o céu aberto,
Junto de ti, meu forasteiro com punhos de aço!

Há de vir a mim o teu encanto,
Para alegrar a angústia do meu canto,
Há de vir a mim a tua força,
Para carregar o peso da minha esperança;

Serás para mim, a luz do caminho escuro,
Aquele que desperta sentimentos adormecidos,
Aquele que redescobre os ideais perdidos,
Aquele que derruba todos os muros.

Que as tuas mãos ao tocar as minhas,
Sejam só carícias,
Que o teu sorriso ao esbarrar na minha alma,
Faça vivas as minhas audácias,
Que os teus olhos ao beijar os meus lábios,
Retirem toda a minha calma.

Há de vir a mim o teu amor,
Só assim a minha vida pode ressuscitar;
Por favor peregrino, não demores a chegar...

Sandra Lúcia Ceccon Perazzo
(Sperazzo/ Janeiro/2010)



Assinatura Bellzinha


Sperazzo
Enviado por Sperazzo em 20/02/2010


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras