Sperazzo, Poetando em Fragmentos

Lego a você os fragmentos dos meus sentimentos...

Textos

 

 

  
O Outono

Vem do verão,
Flutuando no tempo,
Com ventos de insônia,
Cobrindo o chão,
De esperança verde, sem contratempo,
Plantando brisa de estação,
Na atmosfera, que pensa ser quimera,
Pois, ignora sem cerimônia,
 Que em  toda folha que cai amorosa,
Há sempre a alma de uma flor vera,
Para reflorir ternura cheirosa,
Na próxima e eterna primavera...
 
Sandra Lúcia Ceccon Perazzo
(Sperarazzo)
24/03/2008
 
 
 
Sperazzo
Enviado por Sperazzo em 28/04/2008
Alterado em 28/04/2008


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras